Entrópio e Ectrópio

Entrópio e Ectrópio

O que é Entrópio?

O Entrópio é uma condição onde as margens palpebrais apresentam-se invertidas, em direção ao globo ocular. O atrito dos cílios e também da pele sobre a córnea e conjuntiva provoca sintomas irritativos e lacrimejamento, podendo chegar a quadros graves de úlceras perfuradas, inclusive com perda do globo ocular.

Causas

  • Congênito – por malformação dos tecidos das pálpebras inferior de um ou ambos os olhos
  • Adquirido – neste caso subdivide-se em:

– entrópio involucional ou senil, que acomete apenas a pálpebra inferior dos olhos e ocorre em cerca de 22% dos casos em nosso meio, em pacientes acima de 50 anos.

– por cicatrizes, como queimaduras, tracoma, pênfigo, que na cicatrização provocam a retração da conjuntiva e inversão de pálpebra, levando-a juntamente com os cílios, a virar-se contra o globo ocular e, assim, fazendo uma constante agressão a superfície do olho.

Tratamento

O tratamento é basicamente cirúrgico, realizado sob anestesia local, em regime ambulatorial, objetivando-se com base na fisiopatologia da doença, a reestruturação e o fortalecimento dos tecidos palpebrais, proporcionando normalidade anatômica e funcional.

O que é Ectrópio?

Já o Ectrópio é uma afecção caracterizada pela inversão para fora da margem palpebral, acarretando exposição corneana e conjuntival e levando a conjuntivite crônica, inflamação da borda palpebral, ceratite, dor e lacrimejamento.

Causas

Congênito – raro, geralmente associado a outras má formação congênitas.

Adquirido – neste caso, é subdividido em involucional ou senil, e cicatricial, mecânico e paralítico.

O ectrópio involucional ou senil é o tipo mais frequente. Ocorre em pacientes predispostos, acima de 60 anos, causado for flacidez e desinserção dos tecidos que estabilizam a pálpebras inferiores de um ou ambos os olhos. Acomete inicialmente a parte da pálpebra mais próxima do nariz, levando ao sintoma clássico de lacrimejamento.

Com o tempo, há envolvimento de toda a pálpebra, levando a constates sintomas irritativos, provocados pela exposição ocular e conjuntival.

Tratamento

Em qualquer tipo de Ectrópio, o tratamento é cirúrgico, sob anestesia local, em regime ambulatorial e, assim como no entrópio visa-se o fortalecimento e restituição anatômica e funcional da pálpebra.