fbpx

Os olhos são sistemas complexos e que possuem diversas pequenas especialidades. No HO Redentora, reunimos oftalmologistas que são especialistas em identificar as doenças oculares e tratar o paciente da melhor maneira.

Especialidade que trata o paciente ao longo da vida, avaliando a visão como um todo, desde refração, pressão e fundo do olho. Caso identifique alguma alteração que exija a realização de exames especiais, irá orientá-lo a procurar um especialista na subespecialidade necessária.

Profissional especializado para diagnóstico e realizar o tratamento clínico e cirúrgico da Catara, doença que causa a opacidade parcial ou total do cristalino ou de sua cápsula.

Cuida das lesões da córnea, doenças ou fatores hereditários que podem ocasionar nebulosidades, distorções e cicatrizes na área. A córnea age como uma barreira para sujeiras, germes e outras partículas, impedindo que entrem nos olhos.

Responsável por detectar a doença e tratá-la diminuindo a pressão intraocular para evitar a perda gradual da visão. Ao conversar com o paciente, fazendo exames detalhados e, conhecendo seu histórico familiar para indicar o tratamento adequado para controlar a doença. 

Essa especialidade cuida da indicação e orientação das lentes de contato, que são utilizadas para a correção de diversos problemas óticos. Além dos benefícios estéticos, oferecem maior conforto e são uma opção interessante para quem não pode ser operado. O HO Redentora mantém um centro de atendimento a lentes de contato, com as mais diferentes e inovadoras lentes.

Área que trata os pacientes com doenças oculares que estão relacionadas a alterações do nervo óptico e da movimentação ocular ligadas ao comando cerebral.

Especialidade que trata os problemas oftalmológicos relacionados à bebês e crianças, no intuito de realizar diagnósticos precoces e evitar a progressão de patologias já nos primeiros anos de vida.

Trata desde os tradicionais transplantes penetrantes até as técnicas mais avançadas para substituir as camadas mais profundas da córnea e substituir tecido doente.

Essa subespecialidade estuda e trata moléstias nas estruturas de proteção e sustentação ocular como pálpebras, cílios, supercílios, vias lacrimais e órbita. Além da estética, os profissionais dessa área são responsáveis por corrigir danos e alterações que interferem diretamente na qualidade de vida do paciente.

Responsável por identificar, qualificar e quantificar alterações do sistema visual e tratar as patologias relacionadas aos desvios oculares. A reabilitação visual utiliza técnicas, metodologias e equipamentos para produzir estímulos físicos e mentais, com o objetivo de otimizar a função visual. 

Enquanto a Retina é uma fina camada de tecido nervoso que recobre o fundo dos olhos, o vítreo é uma estrutura gelatinosa que preenche aproximadamente ¾ do volume interno do olho. O Retinólogo trata os problemas que atingem essa área, evitando patologias como Retinopatia Diabética e Queda de Retina.

Técnica que consiste na troca da córnea afetada por uma córnea transparente de um doador do banco de olhos. Essa troca ocorre por conta do comprometimento do órgão pelas distrofias, traumas com perfurações, ceratocone e opacidade.

O oftalmologista avalia e trata as doenças que afetam o sistema de drenagem das lágrimas pelos olhos, causando obstrução e incômodo. Além de determinar o tipo de tratamento (clínico ou cirúrgico) de acordo com o diagnóstico.

Especialidade que atende aos pacientes portadores de baixa visão e que, geralmente, possuem doenças degenerativas, como a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), Glaucoma e Retinopatia Diabética.

Fechar Menu

E-mail Cadastrado com Sucesso!