Projeto inédito do Rotaract Club e HO Redentora faz exames de visão em crianças carentes de Rio Preto

Projeto inédito do Rotaract Club e HO Redentora faz exames de visão em crianças carentes de Rio Preto

IMG-20170211-WA0003

Numa iniciativa inédita em Rio Preto e região, o Rotaract Club São José do Rio Preto – Palácio das Águas e o Hospital de Olhos Redentora iniciaram, nesta sexta-feira (10 de março), o projeto Novos Olhares, em que realizam exames de visão de crianças e adolescentes de escolas públicas da cidade. A primeira escola a ser atendida foi a Associação Anjos da Guarda, situada no bairro Jardim Nazareth e que atende 128 crianças, de 6 a 13 anos, de famílias em vulnerabilidade social.
Acompanhados de membros do Rotaract, oftalmologistas do HO Redentora fizeram exames de acuidade visual em todos os alunos. Para aqueles em que forem diagnosticados possíveis problemas na visão serão agendados exames complementares nos dias 17, 24 e 31 de março, no HO Redentora.

Para cada crianças e jovens que apresentar problemas ou indícios de problemas de visão, os oftalmologistas encaminharão para tratamento no HO Redentora. Os alunos que precisarem de óculos receberão gratuitamente, doados por empresa parceira do projeto Novos Olhares.

Segundo Bruno Parra, presidente do Rotaract Club São José do Rio Preto – Palácio das Águas, ao conhecer a Anjos da Guarda e constatar que muitas crianças não se consultavam com oftalmologista, idealizou junto com o companheiros o projeto Novos Olhares, para o qual convidou os oftalmologistas do HO Redentora que aceitaram imediatamente. A oftalmologista Thaíssa Faloppa Duarte, do HO Redentora e coordenadora médica do projeto, comemora a iniciativa que tem tudo a ver com a filosofia e cultura do HO Redentora, de promover e participar de ações sociais e estar próximo da comunidade. “É justamente na infância que várias doenças se manifestam, como miopia, astigmatismo, hipermetropia e estrabismo. Enxaqueca, dores de cabeça e de estômago são sintomas, por exemplo, decorrentes de problemas na visão. A criança precisa fazer os exames preventivos com frequência, daí a importância deste projeto”, explica Dra. Thaíssa.

 

 

 

Deixe uma resposta